25 de fev de 2010

VAI ENCARAR?



JOSE AMAURI CLEMENTE
DIREITOS RESERVADOS

Se eu disser que vou eu chego
Custe o que vier custar
Seja alto, branco ou "nego"
fale quem quiser falar
Não gosto de reclamar
aquilo que digo faço
Não gosto de embaraço
Quem quer vai e nunca manda
Comigo ou a coisa anda
Ou racha em trinta pedaço.

Cabra que compra e não paga
Para mim não tem valor
Seja ele pobre ou doutor
Pra mim isto é uma praga
Este pra mim se apaga
É o pior do fracasso
O que fizer eu desfaço
Eu chego, ele se demanda
Comigo ou a coisa anda
Ou racha em trinta pedaço.

A mulher não manda em mim
Digo e bato no peito
Se achar bom é assim
Se não gostou não tem jeito
O que eu fizer está feito
Eu não fujo e nem disfarço
Mesmo que vire estilhaço
Brincou eu arranco a banda
Comigo ou a coisa anda
Ou racha em trinta pedaço.

Homem chorou, é menino
Não diga que me conhece
É assim o meu destino
Pra mim só tem quem merece
O que for mais forte cresce
Meu destino é feito em traço
Tem vida que é um bagaço
Quando não cresce desanda
Comigo ou a coisa anda
Ou racha em trinta pedaço.

Se tiver errado eu digo
Peço perdão se errei
Sou e serei sempre amigo
Pois meu futuro não sei
Até a morte assim serei
Pra mim o mais forte é aço
Não recebo de pedaço
Nem gosto de andar de banda
Comigo ou a coisa anda
Ou racha em trinta pedaço.

Julgar como esse se díz
Otário ele deve ser
Se acha que é feliz
Espere e logo vai ver
Antes mesmo de morrer
Muito terá embaraço
Ao fim irá sem abraço
Uma vida com demanda
Ruim assim ninguém anda
Irá rachar em pedaço.



JOSÉ AMAURI CLEMENTE
SETEMBRO DE 2004

Nenhum comentário:

Postar um comentário