23 de fev de 2010

DIA A DIA

José Amauri Clemente
2004
Todos os direitos reservados

Para que se preocupar?

Se a vida é curta demais

Se tudo que vier hoje

Hoje fica para traz

Não podemos mudar isso

Cuido do meu compromisso

E o resto Deus é quem faz

Pra que chorar ou correr?

Se a fila do hospital

Vai continuar crescendo

E o povo passando mal

O salário é sempre pouco

E se correr feito louco

Nem dar pra comprar o sal

Pra que lamentar a sorte?

Se mesmo tendo dinheiro

Um dia vamos morrer

Seja por ultimo ou primeiro

Mesmo que fosse de aço

Todo homem é um fracasso

E vai ao despenhadeiro

Pra que perder sono atôa?

Se o dia sempre vem

Bom ou ruim ele chega

Não comprimenta ninguém

O sol nascendo ou morrendo

Eu estou sempre vivendo

Tanto eu quantos os que têm

Se fui traído?! e daí?!

Eu não fui mesmo o primeiro

Se o povo zombar de mim

Não vou ser o derradeiro

Sei que vai chegar meu dia

Eu vivo com alegria

Não precisa desespero

Se me faltar o feijão

Eu como farinha pura

Se adoecer, espero,

Sei que um dia vem a cura

Procuro viver em paz

Não sou o único capaz

Que vive esta vida dura

E se eu for demitido?

Não vou nem me preocupar

Levo tudo na esportiva

É melhor do que chorar

Se um dia a sorte vier

Traga ela o que trouxer

Tenho mesmo é que aceitar

Vou a luta todo dia

Em busca de algo melhor

Não lamento o que acontece

Pode vir algo pior

Me entrego nas mãos de Deus

Tanto a mim quanto os meus

Sei que vem algo melhor

Ainda tenho esperança

Mesmo que venha tardia

Antes de o mundo acabar

Uma vida de alegria

Renascerá para mim

Isto está escrito assim

Renovo-me a cada dia

JOSÉ AMAURI CLEMENTE.

OUTUBRO DE 2004

Nenhum comentário:

Postar um comentário