29 de abr de 2010

UMA FORMA INTELIGENTE DE DAR UMA MÁ NOTICIA.




Pai, estou nos Estados Unidos há quatro anos, muitas coisas mudaram em minha vida, entre elas a forma de pensar, de agir e também alguns costumes.
Durante os dezoito anos vividos ao seu lado, você me ensinou a coisa certa, mas agora resolvi deixar tudo e seguir caminhos completamente diferentes. Estou escrevendo da prisão, por ter matado um adolescente simplesmente por ter me perguntado o endereço do cemitério, era minha intenção fazer-lhe o favor completo, por isso o mandei de uma vez pra lá. Fui condenado a trinta anos de prisão, já estou aqui a cinco e não tive coragem de te dizer isso. Adquiri AIDS em uma relação homossexual, estou sendo obrigado a pagar a pensão dos quatro filhos, fui traído pela quarta vez pela segunda esposa, estou com o nome no SPC, SERASA, recebo todos os dias noticias de que estou sendo acusado de sonegar impostos,
Devo mais de cinco mil reais aos fornecedores de drogas aqui do presídio, estou com 90% do pulmão comprometido, e tenho câncer de garganta como conseqüência do uso do fumo. Os médicos suspeitam que estou com cirrose, admito ser alcoólatra crônico. Não lembro, mas dizem que matei três companheiros de cela, fui jurado de morte pelo carcereiro pela quinta vez.
A estas alturas posso ver você sentado no sofá lendo esta carta e com lágrimas escorrendo pelo rosto. Fica tranqüilo pai, é tudo brincadeira, isso tudo é só pra te dizer que existem coisas piores do que ser reprovado no vestibular.

Autor: José Amauri Clemente
Direitos reservados - 2010

Um comentário:

  1. acho que esse cara é maluco.
    que maneira mais estranha de dar uma noticia tão simples.

    ResponderExcluir