22 de abr de 2010

EIS O “P” DA QUESTÃO.


Autor: José Amauri Clemente

22/04/2010

Quando criança, muitas vezes ouvi meus avós falarem bem a respeito do caráter dos policiais. – São homens escolhidos para protegerem a população, Essa era a resposta dada pelos mais velhos quando alguém os interrogava. A frase “sentar praça” era a única usada para dizer que eles haviam sido aceitos na corporação. Era uma honra para os pais saber que um de seus filhos fora escolhido para defender a nação. Não se ouvia falar de policiais envolvidos em crimes, corrupção drogas ou qualquer outra coisa que manchasse no nome dos escolhidos para proteger o cidadão e manter a paz.

Mais amado e respeitado por todos eram os padres, Muitas vezes ouvi dos lábios de minha mãe:

- São homens representantes de Deus aqui na terra, eles quase não comem, são quase santos.

Quanta inocência! Tão dignos de confiança eram, que até pensar que eles sentiam atração por mulheres parecia um pecado imperdoável. Terrível seria a transgressão dos que ousassem prever que um dia esses “santos” seriam presos acusados de pedofilia e envolvimentos em crimes tão hediondos.

Embora mal visto pelos radicais fanáticos do grupo de oposição, os Pastores foram ganhando adeptos, a princípio a palavra Protestante parecia mais um palavrão, traidores que se rebelavam contra a santa amada igreja.

Com o passar dos anos foram sendo aceitos como servos de Deus, amado por muitos reverenciado por alguns.

Hoje sabe-se de pastores envolvidos em pedofilia, fraudes e escândalos. Mais um “P” que aos poucos perde a credibilidade.

Pai, o herói preferido de quase todas as crianças. É verdade que eram mais ignorantes e rudes que os de hoje, mas não se tinha noticias de pais que estupravam seus filhos, jogavam de pontes ou janelas de apartamento. Mais um “P” a ser questionado.

Políticos honestos? Bem, não podemos dizer – Puxa vida como eles eram honestos! Mas fala sério, não existia a “bagunça” que existe hoje. Esse “P” já está em crise há mais tempo.


11 comentários:

  1. Marcos Murilo - Salvador Bahia22 de abril de 2010 10:20

    achei muito criativo
    tem muita coisa importante nesse blog.

    parabens

    ResponderExcluir
  2. darlane diz
    gostei muito,

    ResponderExcluir
  3. gostei do tema, muito bom

    ResponderExcluir
  4. Sergio Matos diz:

    muito interessante, sua mente é muito fértil.
    parabens

    ResponderExcluir
  5. JUCINEIDE, BAHIA

    ESSA VEIO NA HORA CERTA, É ALGO PRA SE PENSAR

    ResponderExcluir
  6. EDMILSON, SÃO PAULO

    DEVERIA TER DEIXADO CLARO QUE NEM TODOS SÃO ASSIM.
    MAS, É VERDADE.

    ResponderExcluir
  7. rssssssss
    Sempre muito criativo hein!

    ResponderExcluir
  8. Gostei! Muito interessante e não deixa de ser verdadeiro!
    Lourdes- Uneal

    ResponderExcluir